fbpx

 

 

Hoje em dia os hidratos de carbono são vistos como vilões do emagrecimento. Tenho muitas pacientes que me dizem “já sei que para emagrecer tenho de cortar nos hidratos de carbono!” E muitas pessoas que me procuram e já fizeram dezenas de tentativas (muitas com sucesso apenas nas primeiras semanas, pois não são planos que se consigam manter a longo prazo) têm a ideia que não podem comer nada que contenha hidratos de carbono. O que não está correto!

 

Para emagrecer tem que haver uma redução do consumo de calorias (e redução da quantidade de algum nutriente) e um aumento do gasto energético. Até aqui tudo certo. Contudo, reduzir a quantidade de um nutriente, por exemplo, dos hidratos de carbono, não é igual a não comer hidratos. E a premissa “Para emagrecer tenho de cortar nos hidratos de carbono!” não pode ser a sua verdade, pois não o é. Só vai deixá-la mais cansada, com défices nutricionais e com vontade de comer ainda mais. Sou a favor de uma redução e de uma reeducação, no sentido de ensinar as minhas pacientes a comerem e escolherem as fontes com maior valor nutricional (por exemplo, arroz integral em vez do arroz branco), mas não de eliminarem de forma radical.

 

Quando elimina radicalmente está também a eliminar outros nutrientes, uma vez que os alimentos são constituídos por vários e não apenas por um (salvo algumas exceções como o azeite). Por exemplo, elimina o pão do seu plano alimentar. Está a reduzir os hidratos, mas também a retirar alguma proteína, fibras, vitaminas e minerais.

 

Outra questão a que assisto muito é que as pessoas tendem a querer substituir os alimentos ricos em hidratos de carbono, por outros “low carb”. E a indústria tem estado muito atenta a esta questão. O que acontece é que deixa de comer um alimento natural (por exemplo, um pão integral tem farinha integral, água, fermento e eventualmente sementes) para comer um “pão” com uma lista de 20 ingredientes, em que metade nem sabe o que são, nem pronunciar…Será que é mesmo mais saudável?! Na minha opinião não. Cada vez mais sou a favor de uma alimentação natural, com poucos ou nenhuns aditivos, com alimentos de qualidade nutricional e com uma aprendizagem que a leve a fazer escolhas equilibradas e conscientes.

 

Por isso, não “corte” os hidratos de carbono! Aprenda sim quais as porções e os alimentos a privilegiar e perceba que reduzir não é igual a abolir!

 

Veja esta receita de lentilhas estufadas com massa e legumes, aqui.

 

 

Dicas de uma Dietista. Sabor com saúde.

Para mais informações/marcação de consulta

Email – dietistasonia@gmail.com/ Tel. 937951720

0
    0
    Carrinho de Compras
    Carrinho vazioRegressar à loja