Quando quer emagrecer faz de tudo para comer menos e muitas vezes até salta refeições. Desta forma irá conseguir resultados mais rápidos, certo? E se lhe disser que não! Surpreendida?!

Vou explicar-lhe. Quando passa longos períodos sem comer, as hormonas que indicam ao cérebro que estamos saciadas (leptina e insulina) diminuem e a hormona que indica que temos fome (grelina) aumenta. Se tivermos vários momentos ao longo do dia com um aumento de grelina (fome) vão ser ativados os centros de recompensa e vão começar a apetecer-lhe alimentos mais calóricos e mais ricos em hidratos simples e açúcar (pão branco, massas, bolos, doces…). Se estiver comprometida em emagrecer e disser “não vou comer nada” até consegue “aguentar” um certo período, mas depois verá que quando começar a comer vai comer muito mais, vai escolher alimentos mais calóricos, vai comer de forma mais rápida e voraz, vai mastigar mal e a ingestão calórica foi muito superior que se tivesse comido de forma equilibrada (em qualidade e quantidade) ao longo do dia. Por outro lado, com o aumento da grelina existe uma diminuição do gasto de massa gorda. 

Outra questão que ocorre é que a diminuição dos níveis de glicose (açúcar) levam a um aumento do cortisol (hormona do stress) que provoca maior stress, irritabilidade, cansaço e tudo isto leva, posteriormente a uma maior ingestão alimentar.

Assim, esta tentativa de emagrecer por comer menos e passar longos períodos em jejum vai ter o efeito contrário.

Vários estudos também já indicam que não faz assim tanta diferença as vezes que comemos (desde que não fiquemos mais de 4 horas sem comer). O importante é a ingestão calórica total no final do dia.

Se quiser começar já a emagrecer, de forma saudável e sem dietas, leia este artigo, com os 7 passos por onde deve começar e colocar já em prática.

Dicas de uma Dietista. Sabor com saúde.

Para mais informações/marcação de consultaEmail – dietistasonia@gmail.com/ Tel. 937951720

0
    0
    Carrinho de Compras
    Carrinho vazioRegressar à loja