“Tenho sempre vontade de comer um doce”. E sabe porquê?

Gostar de doces é normal (costumo dizer que não pretendo que ninguém deixe de gostar de doces, mas sim que perceba que as vantagens são bem menores que as desvantagens). Contudo, se tem vontade de os comer sempre no mesmo horário ou na mesma circunstância, já não será por “fome”, mas sim uma emoção ou acontecimento específico. Nestes casos, deve compreender qual é a essa emoção e/ou acontecimento e ter estratégias para ultrapassá-los, que não sejam comer. 

Outra das formas de parar ou diminuir a vontade de comer doces será aumentar o consumo de alimentos que dão maior sensação de saciedade, reduzem a fome, equilibrem os níveis de açúcar no sangue ou que estimulem a produção de serotonina, que é uma substância relacionada com a sensação de bem-estar e prazer. 

Venho, assim, deixar-lhe 6 dicas, de como através da alimentação consegue controlar a vontade de comer doces:

– Evitar alimentos processados / industrializados 

– Privilegiar os vegetais e frutas como o maracujá, ananás, o kiwi, a laranja, frutos vermelhos, a cereja e os vegetais verdes escuros, como a couve, os espinafres e os brócolos. Os legumes e frutas são ricos em vitaminas, minerais e flavonoides, que são substâncias com alto poder antioxidante e que contribuem para reduzir a pressão arterial, ajudando a relaxar e combater o stress

– Aumentar o consumo de alimentos que melhoram a saúde da flora intestinal, como iogurte natural e probióticos (kefir, kombucha, picles…) 

– Privilegiar alimentos ricos em proteína e fontes de boas gorduras (peixes gordos, sementes de linhaça e de chia, as nozes e a gema de ovo, por exemplo)! O ideal é que alimentos fornecedores estes macronutrientes façam parte das suas refeições principais, mas também nas suas refeições intermédias! Exemplo: Ao lanche comer 1 ovo cozido com 25g de frutos secos ou até uma fatia de pão integral com queijo fresco e sementes por cima.

–  Ingerir alimentos com triptofano – ovo, nozes, chocolate, peixes, peru, entre outros. Os alimentos ricos em triptofano ajudam a combater o stress porque aumentam a produção de serotonina, uma hormona que dá uma sensação de bem-estar e ajuda a relaxar; 

–  Reduzir o consumo de açúcar ao longo do dia – quanto mais açúcar consumirmos, mais o organismo pedirá. Não adicione açúcar ao café, nem ao chá, reduza alimentos processados como cereais de pequeno-almoço, barras, bolachas…;

Ensino este e outros truques às minhas pacientes. 

É possível não estar constantemente a “precisar” de um doce. Deve pensar sempre “em quê comer este doce, me vai ajudar a ser mais saudável ou até mais feliz?”. Lembre-se que a sensação de prazer é momentânea e depois fica a culpa e a sensação de fracasso por ter comido.

O que costuma fazer quando tem aquela vontade imensa de comer um doce?

E se sente que a vontade do doce acontece sempre após o almoço, deixo-lhe 5 dicas para gerir essa necessidade e não ceder e lembre-se: não é fome, é apenas uma vontade de comer que tem por trás um motivo emocional ou comportamental:

Dicas de uma Dietista. Sabor com saúde.

Para mais informações/marcação de consultaEmail – dietistasonia@gmail.com/ Tel. 937951720

0
    0
    Carrinho de Compras
    Carrinho vazioRegressar à loja