fbpx

 

Assim que as temperaturas começam a diminuir, o organismo acelera para manter a temperatura corporal. Esta necessidade e gasto de energia faz-nos sentir mais fome e aumentar o consumo de alimentos com elevada densidade calórica e de gordura.

 

Por outro lado, os próprios alimentos que surgem nesta altura são mais calóricos como é o caso dos frutos secos e oleaginosos (nozes, amêndoas), dióspiro, e da batata-doce.

 

 

Outras razões que explicam o aumento de peso, nos meses mais frios:

Menos atividade física – com o frio e os dias curtos, tendemos a ficar por casa, onde o sedentarismo é maior e temos os alimentos ao nosso acesso; por outro lado, existe uma maior desmotivação para a prática de exercício físico.

Diminuição da luminosidade – diminuiu uma hormona, a serotonina – o que provoca maior fadiga, maior apetite por hidratos de carbono, especialmente doces.

Aumento da melatonina (hormona do sono), pelo facto dos dias estarem mais escuros, o que nos leva a uma sensação de cansaço e falta de energia e também a um maior apetite.

 

 

Todos estes fatores influenciam na alteração do peso e é preciso geri-los da melhor forma.

– Aumente o consumo de alimentos quentes ao longo do dia como chás, cafés, sopas;

– Consuma alimentos ricos em fibras e hidratos carbono complexos (tostas integrais, massa integral, leguminosas), vão manter a saciedade e ajudar a aumentar os níveis de serotonina;

– Consuma alimentos ricos em ómega3 como nozes, peixes gordos, linhaça, que ajudam a combater estados depressivos;

– Aumente a prática de exercício físico (caminhar, andar de bicicleta) e inclua toda a família.

 

Não se deixe inibir pelas baixas temperaturas, pratique uma alimentação saudável todo o ano.

 

 

Dicas de uma Dietista. Sabor com saúde.

Para mais informações/marcação de consulta

Email – dietistasonia@gmail.com/ Tel. 937951720

0
    0
    Carrinho de Compras
    Carrinho vazioRegressar à loja