Comer à noite faz mal?

Comer à noite faz mal?

Com o ritmo de vida agitado e uma rotina diária cada vez mais longa, vamos petiscando durante o dia e o jantar tornou-se na refeição principal para muitas pessoas, quando deveria ser precisamente o contrário. Deveríamos tomar um excelente pequeno-almoço e um jantar mais leve e se possível 2 a 3 horas antes de nos deitarmos.

 

Comer muito e/ou mal ao jantar e/ou ceia pode trazernos inúmeros malefícios:

– Manter-nos num “estado de alerta” uma vez que a digestão vai libertar hormonas – cortisol e adrenalina – hormonas de stress – que nos vão colocar num estado de maior excitação e insónia – o oposto do que o nosso organismo está programado para fazer – pois estas hormonas diminuem a partir das 18h por forma a entramos numa fase de relaxamento que possibilite uma noite bem dormida.

– Insónias

– Refluxo gástrico – se nos deitarmos com o estômago cheio, o contéudo gástrico pode subir até ao esófago causando irritação, naúseas, acidez gastrica, indigestão e azia.

– Acumulação de gordura – por norma temos uma menos atividade física à noite e o próprio metabolismo também tem um gasto calórico inferior ao final do dia/noite e por isso uma ingestão calórica superior às necessidades nesta altura do dia vai representar uma maior acumulação de gordura e até aumento de peso

 

Ingerir alimentos ricos em açúcar e gordura ao final do dia vai por um lado alterar o ritmo circadíano e por um outro aumentar o apetite por estes nutrientes, o que faz com que tenhamos vontade de os ingerir após o jantar.

O ideal é jantar cedo, entre as 19h e as 20h e não comer nada até 2 a 3 horas antes de dormir.

 

Dicas de uma Dietista. Sabor com saúde.

 

Para mais informações/marcação consulta

Email – dietistasonia@gmail.com/ Tel. 937951720



Deixar uma resposta